DE MÃOS DADAS: FICAM OS DEDOS E OS ANÉIS

Fecha de inicio: 22/10/2021
Fecha de cierre: 05/11/2021

Inspiradas pela exposição DE MÃOS DADAS, propomos este workshop para refletir, discutir e fazer.
Seja pelo aspecto simbólico, por questões fisiológicas, pelas capacidades funcionais, possibilidade de interação e expressão, as nossas mãos e as mãos dos outros fazem parte de nossa linguagem, nosso cotidiano, nossa história e nossa sobrevivência e os anéis podem muito nos revelar. 
Observar as mãos, construir com elas, para que nos levem a boas e inesperadas reflexões.
Que mãos são estas, de que mãos falamos?

Programa

Workshop prático e experimental, desenvolvido ao longo de 3 encontros, considerando abordagem teórica, discussão em grupo e desenvolvimento de trabalhos autorais.


Sexta-feira (viernes) - das 14:30 às 16:45 hs
Não é necessário conhecimento prévio

Datas:
05/11/2021
12/11/2021
19/11/2021

Contato e inscrições: aquiloquea@gmail.com ou DM Instagram @aquiloqueabraca

Valor: R$ 440,00 ou US$ 85.00

Talleristas

Miriam Andraus Pappalardo
Brasil
tallerista

Formada em Arquitetura e Urbanismo e Mestre em Design pela FAU USP, curso técnico em vestuário pelo Senai SP, especialização em design gráfico pelo Centro Universitário Maria Antônia USP, estudou joalheria no Senai SP. Recebeu prêmios, participou de exposições e workshops no Brasil e no exterior. Acredita na experimentação e no fazer artesanal como formas de construção do conhecimento, pesquisa procedimentos e materiais, desenvolve projetos com ênfase na área de moda e joalheria. Ministra oficinas de Joalheria experimental e organiza workshops com artistas joalheiros vindos de diferentes países. Curadora da exposição dos 10 anos do grupo Joya Brava e também das exposições AQUILO QUE ABRAÇA e DE MÃOS DADAS, junto à Bienal Latinoamericana de Joyería Contemporánea, organizada por Joyeros Argentinos, em parceria  com Renata Porto. Faz parte do Grupo Broca de joalheria contemporânea.

Renata Porto
Francia / Brasil
tallerista

Formada em desenho industrial pela FAAP, fez especialização em joalheria contemporânea na escola Ar.Co em Lisboa, onde descobriu a possibilidade de uma joalheria ampla e livre. Abriu seu primeiro atelier em 1998 e desde 2003 vem participando de importantes exposições com suas narrativas. Durante os anos de 2009 e 2010 coordenou o projeto educacional Nova Joia, trazendo artistas europeus renomados para falarem e aplicarem diversas atividades sobre a joalheria contemporânea, a fim de introduzir o discurso e a experiência de troca pouco realizada na época.  Hoje ministra o Grupo de Estudo d.i.s.c.u.t.indo além de lecionar cursos de joalheria contemporânea em diferentes escolas. Curadora da exposição dos 10 anos do grupo Joya Brava e também das exposições AQUILO QUE ABRAÇA e DE MÃOS DADAS, junto à Bienal Latinoamericana de Joyería Contemporánea, organizada por Joyeros Argentinos, em parceria com Miriam Pappalardo.